domingo, 7 de junho de 2009

Se eu fosse um rico produtor de cinema

Eu compraria os direitos de filmagem da vida de Yonlu, o garoto musico que se suicidou aos 16 anos (em Porto Alegre) e deixou um bau com 60 músicas que são a maior preciosidade musical neste momento de vazio criativo. Suas músicas lembra O Animal Collective em sua primeira fase. O filme seria sobre a vida do moleque que amava a vida, os amigos, a namorada, que fazia música com dor de cotovelo trancado dentro do seu quarto por causa da depressão, não porque não gostava da vida. Nem precisa falar do suicidio e a forma como rolou, com ajuda de amigos pela internet.
video

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Paul Auster escrevendo novo livro Invisible

Muito legal a entrevista de Paul Auster falando sobre a novela que esta escrevendo, INVISIBLE. A entrevista é para a revista de literatura Granta
video

sábado, 15 de março de 2008

Dona Militana e Elomar




A música brasileira tem tantas vozes e tons que daria uma formidável enciclopédia que não consigo imagina que país tem tanta diversidade além do nosso. Cada grotão, morro, classes, tem seu som. Cada camada social-cultural ouve um tipo de música. Mas existe uma que vem passando despercebida, que está em vozes distantes da mídia, que fala de um tempo em que tudo parecia fábula, mas que mesmo assim deixa seu estilo único na música brasileira. Estou falando dos Romances de Dona Militana, com seus 90 anos, a narradora e recitadora, negra e analfabeta, é de uma musicalidade encantadora e de estilo único. Viveu nos rincões do Rio Grande do Norte, e onde mora até hoje. Tão forte são seus cânticos inspirou (e é a matriz) da música de Elomar, um dos mais criativos e exóticos músicos deste país. Vive cuidando de sua criação de bode em Vitória da Conquista, na Bahia. De lá ele tira toda sua música faz mais de trinta anos. Elomar, com seu jeito rústico, constrói verdadeiras óperas poéticas apartir de uma literatura ibérica, quase medieval. Um tipo de música de origem africana e européia, formando uma língua quase incompreensível por nós nos dias de hoje.


Uma mostra da música de Dona Militana e de Elomar, e façam vocês mesmo a comparação.
(OBS: preciso encontrar uma forma de colocar apenas audio no blog)

Pegando "jacaré" em Valência



Há fotos que não podemos deixar guardadas. Uma delas eu consegui em Valência, uma cidade mediterrânea da Espanha, no inicio deste mês. Não é qualquer um que pode ter uma trinca desta pagando um "mico", pousando nas costas de um Jacaré de praça: A cineasta Isa Albuquerque, Augusto Sevá e Silvio Da-Rin, também cineasta e secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Philip Glass in Cello




Começo meu primeiro texto deste blog para anunciar mais um compositor que surge interpretando as obras de Philip Glass. O minimalista Glass que foi radical nos anos 70, entrou para o cinema nos 80 e 90, chega agora ao seu apuramento musical através de outros músicos, com Paul Barnes em 2006 e agora a jovem celista Wendy Sutter, que está lançando neste final de fevereiro um album com músicas do compositor novaiorquino. Glasse começa a ser redescoberto com outros sons.

Abaixo um vídeo com Wendy ao lado de Philip Glass, em Castel del Monte, um castelo construido no ano de 1200 na costa da Itália.
Link do video no youtube: