domingo, 7 de junho de 2009

Se eu fosse um rico produtor de cinema

Eu compraria os direitos de filmagem da vida de Yonlu, o garoto musico que se suicidou aos 16 anos (em Porto Alegre) e deixou um bau com 60 músicas que são a maior preciosidade musical neste momento de vazio criativo. Suas músicas lembra O Animal Collective em sua primeira fase. O filme seria sobre a vida do moleque que amava a vida, os amigos, a namorada, que fazia música com dor de cotovelo trancado dentro do seu quarto por causa da depressão, não porque não gostava da vida. Nem precisa falar do suicidio e a forma como rolou, com ajuda de amigos pela internet.
video

4 comentários:

marina disse...

Pode crer. Tem um pouco disso no longa do Esmir Filho. Essa história me espanta....

Anônimo disse...

Hermes, preciso falar urgente com vc. Descobri algo sobre a história do Fawcett que vai te interessar muito. Descobri sem querer a cidade Z. No momento estou em Cuiabá. Não publique esse comentário. Meu fone é 65-81524606.

Me ligue urgente.

André

O FALCÃO MALTÊS disse...

Parabéns pelo blog.
Dê uma navegada no meu

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Abraços,

Marianne Herrero disse...

Olá Estou divulgando meu blog de cinema. Acesse o blog e deixe sua opinião. Obrigada pela força.


‎365diasnocinema.blogspot.com